Camilo - Botafogo

Camilo conversou com a imprensa nesta terça-feira, em General Severiano (Foto: Satiro Sodre/SSPress)

Felippe Rocha e Vinícius Britto
30/08/2016
12:41
Rio de Janeiro (RJ)

Nas últimas partidas do Botafogo, mesmo participativo, Camilo não repetiu o nível das exibições da sua chegada, quando decidiu com gols e assistências. Mas essa queda de rendimento tem um motivo, segundo o próprio meia: um edema no ombro que ele sofreu no jogo contra o Bragantino, pela Copa do Brasil, na Arena Botafogo. Camilo revelou que, desde então, não vinha jogando 100%, se poupando de entrar em algumas divididas dentro de campo: 

- Desde o jogo contra o Bragantino eu tive um problema no ombro e vinha jogando com um edema. O doutor havia falado que ia demorar um tempo, mas esse tempo agora está acabando, graças a Deus. Algumas partidas estive muito abaixo do que poderia jogar. Posso citar as partidas contra Ponte Preta, São Paulo... que tive um pouco de medo, e vinha tratando até hoje - revelou.

Contudo, o botafoguense agora pode se tranquilizar. Segundo o camisa 10, a questão no ombro já está recuperada e ele projeta uma maior evolução na quinta, contra o Cruzeiro, voltando ao nível de quando chegou ao clube:

- Já está bem menos essa dor e estou focando e com a gana de vencer no Botafogo. Espero crescer, como estava antes, brigando mais, disputando mais essas bolas de corpo a corpo... onde nesses últimos jogos eu tive essa questão do ombro e tive que poupar um pouco. Agora estou focado na sequência e espero ir bem contra o Cruzeiro - concluiu o camisa 10 do Botafogo.

Camilo subiu ao campo na atividade desta terça-feira. Ele foi um dos poucos titulares que apareceram no gramado na atividade técnica comandada por Jair Ventura nesta terça-feira, que contou somente com os reservas. O meia deu voltas no campo e demonstrou estar, cada vez mais, recuperado do problema que veio prejudicando seu futebol nos últimos jogos do Alvinegro no ano.