Emerson - Botafogo

Emerson não atuou pelo Botafogo nesta temporada. Zagueiro está na 'geladeira' (Foto: Vitor Silva/SSPress/Botafogo)

Vinícius Britto
10/02/2017
06:00
Rio de Janeiro (RJ)

Sem um entendimento na renovação de seu contrato, o zagueiro Emerson vive situação complicada no Botafogo. Colocado de lado neste início de temporada por conta do imbróglio entre a diretoria alvinegro e seu empresário, Jailton Oliveira, o  jogador de 21 anos agora foi cortado da lista de atletas inscritos pelo Glorioso no Campeonato Carioca, perdendo sua vaga para o jovem Kanu.

Tudo começou quando o Alvinegro procurou o zagueiro para a extensão do seu vínculo contratual, que se encerra no final deste ano. A diretoria alvinegra ofereceu um aumento considerável em seu salário, então um dos mais baixos do grupo, ainda mais para quem foi titular em grande parte do ano de 2016.

Contudo, os valores pedidos pelo empresário do zagueiro foram considerados absurdos pela cúpula alvinegra, que decidiu afastar o atleta até a situação ser resolvida. Caso as cifras não diminuam, dificilmente se terá um entendimento.

- Continua a mesma coisa. O empresário dele... não sei o que ele quer. Deve ser prejudicar o jogador, só isso. Quer ganhar dinheiro lá na frente? O jogador está aí. Deu entrevista que está triste, está frustado... então o empresário dele tem que botar a cabeça no lugar e ajudar o menino - disparou o vice-presidente de futebol do Botafogo, Cacá Azeredo, um dos que conduz a negociação.

Antes da viagem alvinegro para o Chile, Emerson admitiu frustração por conta dessa pendência com o clube, que faz ele perder espaço no elenco. Diversas pessoas - incluindo o gerente de futebol, Antônio Lopes - tem conversado com a revelação alvinegra. No clube, há um consenso de que o zagueiro precisa ter maior autonomia e chamar para si a negociação para que ocorra um acerto. 

- Ele (empresário) tem que ajudar. Está atrapalhando o menino. Todo mundo conversou com ele, várias pessoas. O empresário que está fazendo a confusão. Tem que botar a mão na consciência - concluiu Cacá Azeredo.

Desta forma, o zagueiro Kanu, que já foi companheiro de zaga de Marcelo no time sub-20, herda a vaga do ex-titular em 2016 na relação de inscritos para a sequência do Carioca.  Com a lesão de Bochecha, Yuri também acaba inscrito.