Luis Henrique (Foto: Paulo Sergio/LANCE!Press)

Luis Henrique marcou três gols nesta temporada de 2016 com a camisa do Botafogo (Foto: Paulo Sergio/LANCE!Press)

Felippe Rocha e Vinícius Britto
20/12/2016
16:00
Rio de Janeiro (RJ)

Enquanto o Botafogo se movimenta no mercado e busca reforços para 2017, o clube trabalha nos bastidores para garantir a renovação de Luis Henrique. Com o contrato do atacante se encerrando em maio, o centroavante de 18 anos está livre para assinar um pré-contrato com outro clube. Mesmo assim, o Glorioso segue confiante na manutenção do atleta. Em entrevista exclusiva ao LANCE!, o presidente do clube, Carlos Eduardo Pereira, revelou a proposta na mão dos representantes do jogador, destacou o valor oferecido pelo Alvinegro e revelou carinho pelo atleta.

- A situação do Luis Henrique está com eles. Duvido que paguem mais do que ele ganha no Botafogo. Infelizmente, colocaram quase que como uma exigência uma titularidade para ele. E você não pode garantir titularidade de ninguém. Não tem como, no futebol, fazer isso. No campo para dentro, quem decidirá tudo é o Jair, de acordo com a estratégia - disse o mandatário, que completou:

- Ele tem participado de tudo, das viagens... confio e gosto muito dele, foi um proposta mais do que consistente e espero que venhamos conseguir realizar essa renovação. Nós oferecemos condições muito boas e, mesmo ele não performando como o esperado em 2016, queremos que continue conosco.

O jovem atacante subiu quase que meteoricamente aos profissionais, em 2015, após ser o artilheiro da Copa do Brasil Sub-17, com 14 gols. Com René Simões, ele estreou com dois gols na vitória de 5 a 0 sobre o Sampaio Corrêa, dentro do Nilton Santos. Até o final daquele ano, ainda balançou as redes duas vezes.

Em 2016, já com experiência entre os profissionais, o jovem centroavante foi preterido por Ricardo Gomes e Jair Ventura. Chegou a balançar as redes três vezes, sendo todas no Carioca. Agora com 18 anos, o Botafogo corre contra o tempo para assegurar a renovação e não perder uma joia no final do contrato.