Ricardo Gomes, técnico do Botafogo (Foto: Vitor Silva/SSPress/Botafogo)

Ricardo Gomes começa a ficar otimista em relação à montagem da equipe  (Foto: Vitor Silva/SSPress/Botafogo)

Felippe Rocha
09/06/2016
08:00
Rio de Janeiro (RJ)

Derrotas consecutivas, lanterna do Campeonato Brasileiro, ameaças de torcida organizada... Para tentar melhorar a fase, o Botafogo se refugiou no Cefat, em Niterói. Porém, como é a evolução técnica que precisa prevalecer, Ricardo Gomes poderá contar já neste domingo, contra o Vitória, com três jogadores que se recuperaram de lesão. Mais para frente, outros atletas estarão à disposição. A partir do dia 20, outros três podem pintar no time, e é com esse salto de qualidade que o Glorioso espera ter dias melhores.

Luis Ricardo, Diogo Barbosa e Airton poderão ser usados pelo treinador nas atividades desta semana, inclusive o duelo do fim de semana. Os laterais devem voltar a ser titulares e o volante já foi apontado até por jogadores como essencial para o meio-campo alvinegro.


Estes são os reforços mais imediatos. Em breve, a equipe terá o retorno também de Carli, que vinha sendo importante na defesa, e Luis Henrique, opção para o ataque. A volta de Rodrigo Lindoso pode demorar mais duas semanas, porém é outro nome que vinha dando equilíbrio à equipe.
Talvez, mais importantes que todos esses são os três que só poderão estrear após a abertura da janela internacional de transferências: Camilo (apresentado), Rodrigo Pimpão (acertado) e Canales (já no Rio de Janeiro), darão experiência ao sistema ofensivo. Até quem vai brigar por espaço acha positiva a disputa que virá.

- A chegada deles vai ser muito importante. O campeonato pede elenco grande e qualificado. Há atletas no departamento médico, que fazem falta a qualquer elenco, e outros chegando, que vão agregar. Serão opções táticas para montar o time melhor forma para cada jogo - comenta Anderson Aquino.