Joel Carli, Emerson, Renan Fonseca e Emerson Silva

Quarteto vem garantindo bons números ao Botafogo nessa temporada (Foto: Montagem/LANCE!Press)

Vinícius Britto
14/04/2016
08:05
Rio de Janeiro (RJ)

Independente de quem jogue, o sistema defensivo é visto como o ponto forte do Botafogo neste início de temporada. Nos 15 jogos oficiais desse ano - com Carioca e Copa do Brasil - a defesa alvinegra só foi vazada sete vezes. Em mais do que a metade das partidas (oito) a meta alvinegra defendida por Jefferson não sofreu gols. Números que credenciam o forte sistema defensivo montado pelo técnico Ricardo Gomes.

- Com certeza, o trabalho que estamos fazendo é excelente. O professor Ricardo implantou sua filosofia. Os atletas vêm procurando pegar o mais rápido o possível e vem dando resultado. Estamos melhorando a cada jogo - disse o zagueiro Emerson Silva na última entrevista coletiva em General Severiano.

No esquema com três volantes adotado pelo clube, preza-se a disciplina tática. Todos tem a liberdade para jogar com a bola, mas sem ela é primordial recompor na marcação. Na zaga, não é diferente. Compactação é palavra-chave no setor, no qual Gomes - como ex-zagueiro - conhece bem.

- O Ricardo foi um grande zagueiro, jogou na Seleção. Então procuramos escutar tudo o que ele fala e aprender. Isso é importante para todos nós - lembrou Emerson Silva na coletiva da última quarta-feira.

Melhor defesa do Campeonato Carioca, os quatro zagueiros do alvinegro já atuaram. No começo, a dupla era formada por Renan Fonseca e Emerson. O argentino Carli substituiu o primeiro - lesionado - no clássico da primeira fase, contra o Fluminense. Para não sair mais. Nas últimas rodadas, com as suspensões e lesões, Emerson Silva ganhou a chance entre os 11 iniciais.

Melhores números entre os 12 grandes
​1. Botafogo - Sete gols sofridos em 15 jogos - 0,45 de média por jogo
2. Vasco - Oito gols sofridos em 14 jogos - 0,57 de média por jogo
3. Flamengo - 11 gols sofridos em 19 jogos - 0,57 de média por jogo
4. Corinthians - 12 gols sofridos em 20 jogos - 0,6 de média por jogo
5. Internacional - 12 gols sofridos em 18 jogos - 0,66 de média por jogo