Internacional x Botafogo

Botafogo adotou os três volantes contra Corinthians e Internacional (Foto:Itamar Aguiar/LANCE!Press)

Vinícius Britto
29/06/2016
08:00
Rio de Janeiro (RJ)

No período sem a sua Arena, o Botafogo precisa se acostumar a jogar sem uma casa. Até por isso, a estratégia adotada pelo Alvinegro fora de seus domínios se tornou ponto de destaque dentro do clube para conseguir ir pontuando. Compactação para se defender, dar a posse de bola para o adversário e tentar ser letal nos contra-ataques. E assim que a vitória contra o Inter e o primeiro tempo contra o Corinthians - em Itaquera - se tornaram espelho dentro do clube para o jogo desta quinta-feira, no Mineirão, contra o Atlético-MG.

Com um esquema com três volantes - Airton, Fernandes e Bruno Silva - o Botafogo busca chamar o adversário para o seu campo e sair em velocidade, seja com Camilo, Neilton ou até Pimpão, que está regularizado e pode enfrentar o Galo. Desta forma, a defesa passa menos sustos no decorrer do jogo e o time consegue suportar a costumeira pressão do time mandante:


– Acho que o primeiro tempo contra o Corinthians foi parecido com a vitória contra o Inter. Criamos o contra-ataque e tivemos chances de gol. É uma saída. Fora de casa, tem que pensar em se defender bem para depois atacar os adversários e fazer os gols – disse o goleiro Sidão, responsável por boas defesas no decorrer dos dois jogos.
Ricardo Gomes foi outro que valorizou o esquema mais defensivo, com três jogadores acostumados a marcar. Segundo o comandante, a entrada de Fernandes reforçou a segurança atrás e ainda fortaleceu o impeto ofensivo do Botafogo, que conseguiu marcar três gols no último jogo:

– Ele tem jogado bem. Voltamos a montar o meio de campo com mais força defensiva para dar uma estabilizada. Ele tem boa dinâmica, mas chega muito bem na área. Apesar da posição. Ele já foi primeiro volante e meia na base. Tem essa facilidade – disse o técnico no último final de semana.

Sequência de jogos fora de casa:


Corinthians
O Alvinegro fez um bom primeiro tempo. Criou chances e acertou a trave de Cássio. No segundo, a coisa desandou e perdeu por 3 a 1 em Itaquera.

Internacional
O Botafogo fez um grande primeiro tempo, marcando firme atrás e explorando o contra-ataque. Desperdiçou chances de uma goleada no Beira-Rio.

Atlético-MG
O Botafogo tem um bom histórico contra o rival. E precisará da defesa bastante atenta e compacta para lidar com a dupla Robinho e Fred no Mineirão.