icons.title signature.placeholder Camila Mattoso
icons.title signature.placeholder Camila Mattoso
17/07/2013
07:15

O Corinthians deve assinar até o final da semana que vem o seu novo contrato com a TIM, após mudança no relacionamento bilateral. A diretoria do clube busca da empresa mais ações de ativação com benefícios aos torcedores. Apesar de não entrar no texto do documento, houve um "acordo de cavalheiros" entre as partes, que deverá ser formalizado em uma carta da operadora para a diretoria alvinegra.

Renovada, a parceria vai durar pouco mais de dois anos e meio, até janeiro de 2016 - na primeira vez, o período foi de três anos. O contrato de patrocínio vai ser valorizado em 20%, rendendo ao Corinthians cerca de R$ 4,2 milhões. Em 2010, quando o apoio começou, o Timão recebia R$ 2 milhões. No entanto, durante estes três anos houve um reajuste para cerca de R$ 3,5 milhões. O novo acordo também vai dar ao clube um aumento de 60% do valor de repasse de garantia mínima dos produtos licenciados, como o chip personalizado.

E MAIS:

> Sandália oficial da Copa no Brasil terá 5 milhões de pares fabricados
> Sem patrocínio, clube do Sul fica impedido de disputar a Superliga de vôlei
> Confederação Brasileira de Basquete tem nova agência de marketing

Outra novidade é que a TIM vai passar a participar dos projetos incentivados do Corinthians. O valor ainda está sendo discutido na empresa, e o clube aguarda a decisão para definir a destinação dos recursos. Uma das possibilidades que está descartada, no entanto, é o CT da base. Para o centro de treinamento, a diretoria aprovou um projeto de incentivo federal, o que não é o caso da empresa, que vai contribuir apenas com impostos estaduais.

O patrocínio da TIM dentro dos números das camisas de times começou há três anos, exatamente com o Corinthians, e hoje já são 13 clubes apoiados. O Timão é, portanto, o primeiro a ter seu contrato renovado com a empresa. A operadora começou nesta semana, inclusive, sua nova campanha publicitária, divulgando os chips personalizados de São Paulo, Corinthians e Palmeiras.

O Corinthians deve assinar até o final da semana que vem o seu novo contrato com a TIM, após mudança no relacionamento bilateral. A diretoria do clube busca da empresa mais ações de ativação com benefícios aos torcedores. Apesar de não entrar no texto do documento, houve um "acordo de cavalheiros" entre as partes, que deverá ser formalizado em uma carta da operadora para a diretoria alvinegra.

Renovada, a parceria vai durar pouco mais de dois anos e meio, até janeiro de 2016 - na primeira vez, o período foi de três anos. O contrato de patrocínio vai ser valorizado em 20%, rendendo ao Corinthians cerca de R$ 4,2 milhões. Em 2010, quando o apoio começou, o Timão recebia R$ 2 milhões. No entanto, durante estes três anos houve um reajuste para cerca de R$ 3,5 milhões. O novo acordo também vai dar ao clube um aumento de 60% do valor de repasse de garantia mínima dos produtos licenciados, como o chip personalizado.

E MAIS:

> Sandália oficial da Copa no Brasil terá 5 milhões de pares fabricados
> Sem patrocínio, clube do Sul fica impedido de disputar a Superliga de vôlei
> Confederação Brasileira de Basquete tem nova agência de marketing

Outra novidade é que a TIM vai passar a participar dos projetos incentivados do Corinthians. O valor ainda está sendo discutido na empresa, e o clube aguarda a decisão para definir a destinação dos recursos. Uma das possibilidades que está descartada, no entanto, é o CT da base. Para o centro de treinamento, a diretoria aprovou um projeto de incentivo federal, o que não é o caso da empresa, que vai contribuir apenas com impostos estaduais.

O patrocínio da TIM dentro dos números das camisas de times começou há três anos, exatamente com o Corinthians, e hoje já são 13 clubes apoiados. O Timão é, portanto, o primeiro a ter seu contrato renovado com a empresa. A operadora começou nesta semana, inclusive, sua nova campanha publicitária, divulgando os chips personalizados de São Paulo, Corinthians e Palmeiras.