Messi

Reprodução/Twitter

O Negócio é Esporte
06/01/2016
15:54
Rio de Janeiro

O Campeonato Espanhol, a Copa do Rei e a Liga dos Campeões da Uefa, títulos conquistados por Lionel Messi em 2015, renderam ao jogador do Barcelona o título de atleta que mais arrecadou com patrocínios na última temporada. De acordo com o estudo Gold Player 2015, da Euromericas Sport Marketing, Messi faturou US$ 102 milhões, o equivalente a R$ 408 milhões. Com as parcerias comerciais, o argentino, inclusive, teve a receita com patrocínios maior do que os clubes brasileiros. Por exemplo, o Flamengo, dono do maior rendimento do futebol brasileiro em 2015, faturou R$ 95 milhões com os patrocinadores (Caixa, Vitton 44, Jeep e TIM). Enquanto isso, Messi é rosto de grandes marcas como Adidas, Pepsi, Turkish Airlines, Samsung, Gillette e Head & Shoulders. O argentino ficou bem à frente do segundo colocado, o tenista Roger Federer, que faturou US$ 78 milhões, o equivalente a R$ 312 milhões. Já Cristiano Ronaldo, rival de Messi nas quatro linhas, ficou apenas em quinto lugar, perdendo também para os golfistas norte-americanos Tiger Woods (US$ 74 milhões / R$ 296 milhões) e Phil Mickelson (US$ 69 milhões / R$ 276 milhões). O jogador do Real Madrid lucrou US$ 66 milhões, o equivalente a R$ 264 milhões.

* Acompanhe notícias sobre marketing esportivo, em O Negócio é Esporte. No rádio, na web e no Diário Lance!