Romário - Avaí (Foto: André Palma Ribeiro/Avaí F. C.)

Lateral Romário garante que nem salários importam mais do que livrar Avaí do rebaixamento (Foto: Divulgação)

RADAR/LANCE!
26/11/2015
00:58
Florianópolis (SC)

O elenco do Avaí participou de um treino fechado nesta quarta-feira (25), na Ressacada. A equipe se prepara para o jogo do próximo sábado (28) contra a Ponte Preta e o técnico Raul Cabral, mais uma vez, aposta no mistério para tentar surpreender o adversário. Mas para o lateral Romário, que volta ao time após ter cumprido suspensão na última rodada, contra o Fluminense, a receita para conquistar a vitória em casa no próximo jogo é a união entre jogadores e torcedores:

- O que me faz acreditar que podemos reverter essa situação é que somos capazes. Nós entramos nessa situação e nós vamos sair juntos dessa situação. Contra a Ponte, temos que usar o fator casa, o fator torcedor. Que eles venham aqui e nos apoiem. E que a gente, dentro de campo, possa impor nosso ritmo de jogo e fazer o melhor para sair com a vitória - disse o jogador.


Segundo Romário, o foco é tão grande em salvar o Avaí do rebaixamento que até os salários atrasados se tornam uma questão menos importante para o elenco.

- Acho que, a essa altura do campeonato, não tem que pensar mais nisso. Salário, no momento, não importa. O que importa é tirar o Avaí dessa situação para que possamos passar o fim do ano com dinheiro e felizes - encerrou o lateral.

Com 38 pontos, o Avaí é o primeiro time da zona de rebaixamento, na 17ª posição. Na próxima rodada, a equipe enfrenta a Ponte Preta, sábado (28), às 21h, na Ressacada.