icons.title signature.placeholder RADAR/LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder RADAR/LANCEPRESS!
24/08/2015
20:49

A derrota por goleada (5 a 2) para o Santos fez o Avaí entrar na zona de rebaixamento pela primeira vez na atual edição do Campeonato Brasileiro. Apesar da pressão sobre o técnico Gilson Kleina, o diretor de esportes do Avaí, Carlos Arini, garante que o comandante está garantido no cargo.

- Em nenhum momento foi discutido saída do treinador. Não é um fator só, um atleta, um ponto. Em três semanas tivemos a perda de quase 11 jogadores, 40% titulares, de referência. É uma perda muito grande em um momento decisivo da mudança de turno - disse Arini em entrevista à rádio CBN Diário.

O dirigente reconhece que o momento é ruim, mas diz que o clube está trabalhando para reverter o quadro. Carlos Arini revelou que haverá uma reunião para definir a necessidade da contratação de novos reforços.

- A gente precisa arregaçar as mangas, mesmo tendo um segundo turno inteiro pela frente, é preocupante. As equipes de baixo vem crescendo e a gente vem de uma sequência ruim. Trouxemos Camacho e Léo Gamalho, temos uma reunião amanhã (terça-feira) pra vermos se há necessidade de trazer mais algum reforço - finalizou.

A derrota por goleada (5 a 2) para o Santos fez o Avaí entrar na zona de rebaixamento pela primeira vez na atual edição do Campeonato Brasileiro. Apesar da pressão sobre o técnico Gilson Kleina, o diretor de esportes do Avaí, Carlos Arini, garante que o comandante está garantido no cargo.

- Em nenhum momento foi discutido saída do treinador. Não é um fator só, um atleta, um ponto. Em três semanas tivemos a perda de quase 11 jogadores, 40% titulares, de referência. É uma perda muito grande em um momento decisivo da mudança de turno - disse Arini em entrevista à rádio CBN Diário.

O dirigente reconhece que o momento é ruim, mas diz que o clube está trabalhando para reverter o quadro. Carlos Arini revelou que haverá uma reunião para definir a necessidade da contratação de novos reforços.

- A gente precisa arregaçar as mangas, mesmo tendo um segundo turno inteiro pela frente, é preocupante. As equipes de baixo vem crescendo e a gente vem de uma sequência ruim. Trouxemos Camacho e Léo Gamalho, temos uma reunião amanhã (terça-feira) pra vermos se há necessidade de trazer mais algum reforço - finalizou.