Volante fala sobre confronto diante do Criciúma no returno do Catarinense (Foto: André Palma Ribeiro / Avaí FC / Divulgação)

Braga, volante do avaí, fala sobre confronto diante do Criciúma no returno do Catarinense (Foto: André Palma Ribeiro / Avaí FC )

RADAR/LANCE!
04/03/2016
14:05
Florianópolis (SC)

O Avaí faz seu primeiro jogo do returno do Campeonato Catarinense neste sábado. A equipe do técnico Raul Cabral recebe o Criciúma, às 18h30, na Ressacada.

Vindo de vitória diante do Inter de Lages, no meio da semana, o Leão poderá contar com o retorno do volante Judson e do meia Diego Jardel, que treinaram normalmente com o restante do elenco nesta (quinta-feira). Por outro lado, Rafinha e João Felipe seguem se recuperando de lesão.

Raul Cabral, no entanto, contará mais uma vez com o volante Braga, que tem conquistado cada vez mais espaço e vem fazendo boas atuações com a camisa do Avaí. O atleta de 21 anos, falou sobre o bom momento e cravou o título do returno como o grande objetivo.

- Acho que foi positivo (a campanha no primeiro turno). Para uma equipe que muitos desacreditavam no início do campeonato. Conseguimos dar a volta por cima, e acho que a segunda colocação foi boa. Acho que para o segundo turno a gente tem que manter esse embalo e evoluir cada vez mais. Para no final, conseguir algo melhor. Conquistar o segundo turno e ir para a final - disse o volante.

O Criciúma, apesar de ter encerrado o primeiro turno na terceira colocação, chegou à ultima rodada com chances de conquistar o título, mas perdeu o confronto direto para a Chapecoense, na quarta-feira. Para o técnico Roberto Cavalo, nada está perdido, porém, o objetivo será alcançado se sua equipe conseguir maior entrosamento e equilíbrio.

- Eu acho que como mostrou no primeiro turno é possível, mas com mais trabalho, entrosamento, equilíbrio, experiência. Estamos em evolução, mas dá para fazer um segundo turno melhor do que no primeiro - afirmou o técnico do Carvoeiro.

As outras quatro partidas da primeira rodada do returno acontecerão no domingo.