Avaí x Guarani - Série B

AVAÍ 3 x 3 GUARANI (Foto: Divulgação)

LANCE!
19/06/2018
23:43
Florianópolis (SC)

O Avaí saiu para o intervalo com uma vantagem de dois gols para o Guarani. Na etapa final, o Bugre aplicou um estilo de jogo agressivo, e surpreendeu os catarinenses ao fazer três gols em 20 minutos, porém Béltran garantiu o empate por 3 a 3, na Ressacada, pela Série B do Campeonato Brasileiro. No primeiro tempo, os donos da casa balançaram as redes, com Judson e Renato. Na segunda etapa, Caíque, duas vezes, e Rafael Longuine. 

Com o resultado, o Avaí permaneceu na segunda posição, com 22 pontos somados. Já o Guarani, subiu duas posições e está na sétima colocação, com 16 pontos. 

O Avaí volta a campo na próxima terça-feira, contra o Oeste, em Barueri. Já o Guarani tem um tempo maior até o próximo desafio, que será em 29 de junho (sexta-feira que vem), quando recebe o lanterna Boa Esporte no Brinco de Ouro.

NA TRAVE 
​Logo aos 5 minutos de partida, o meia Guga ajeitou para o centroavante Beltrán, que toca de leva e a bola bateu sutilmente no poste. Foi a primeira chegada com perigo do Avaí. 

SÓ UM TIME EM CAMPO
O Avaí foi o que mais atacou na partida. Com isso conseguiu ficar a frente no marcador, e aos 24 minutos Renato abriu o placar, depois de enfiada de Romulo. O Guarani, por sua vez, ficou na retranca em busca de contra-ataque, mas sem sucesso. Deste modo, levou o segundo: aos 37 minutos, o volante Judosn recebeu passe de Renato e bateu de primeira. A bola encobriu o goleiro Bruno Brígido e morreu no ângulo. 

MAIS ATENTO 
Guarani voltou mais ligado  para a segunda etapa e logo no primeiro minuto teve uma oportunidade com Longuine. Aos três minutos, Bruno Mendes também teve a chance de diminuir. 

ÁGUA MOLE EM PEDRA DURA... 
De tanto buscar o gol, o Bugre consegue empatar no marcador. Aos cinco minutos, com Caíque. Aos 14, novamente o atacante conseguiu igualar o marcador. Jogo totalmente diferente, em menos da metade. 

VIRA-VIRA 
Aos 20, Rafael Longuine aplica golaço. Defesa do Avaí deu espaço, Nazário acionou Bruno Mendes, que rolou e deixou o camisa 10 na boa para marcar o gol da virada. Três gols em 20 minutos. 

NA RAÇA 
O Avaí não tinha atacado até os 27 rodados da segunda etapa. Mesmo assim foi eficiente: Marquinhos caprichou na cobrança de falta e o paraguaio Beltrán testa firme, sem chances para Bruno Brígido.