Campeonato Paranaense - Operário x Atlético-PR

André Lima, autor dos dois gola na vitória do Atlético diante do Operário, na estreia do Paranaense (Foto: Divulgação/Marco Oliveira/Site Oficial)

RADAR/LANCE!
31/01/2016
18:59
Ponta Grossa (PR)

Sob o calor de 29 graus, o Atlético Paranaense estreou neste domingo no Campeonato Paranaense de 2016. Fora de casa, no Estádio Germano Kruger, em Ponta Grossa, o Furacão venceu por 2 a 0, o Operário, atual campeão estadual. Os  gols foram marcados pelo atacante André Lima, ambos no segundo tempo.

Com a vitória, o  Atlético iniciou a competição com o pé direito, conquistando seus primeiros três pontos no torneio e reforçando que, diferentemente das últimas temporadas, o time do técnico Cristóvão Borges vai em busca do título que não vence desde 2009.

O próximo jogo do Furacão pelo Estadual será na próxima quarta-feira, às 19h30, diante do Maringá, no Escoestádio, já que a Arena da Baixada, casa do Atlético, segue inoperante devido à instalação da grama sintética. O Operário, por sua vez, volta a campo na quinta-feira, também às 19h30, no Germano Krüger, contra o Paraná.

O Jogo:

A parida iniciou bastante faltosa, com jogadores de Atlético e Operário nervosos e reclamando muito com o árbitro Paulo Roberto Alves Júnior. O Furacão começou sofrendo pressão do Fantasma, que atuou com a marcação adiantada e forçou dois erros do volante Otávio, em menos de 10 minutos. Apesar da pressão, o time de Cristóvão Borges foi o primeiro a criar chances de gol. Aos 19 minutos, Vinícius lançou boa bola para Anderson Lopes, que driblou o goleiro Juninho, mas acabou chutando fraco. Douglas Mendes completou o serviço afastando a bola quase em cima da linha, evitando o gol do atacante rubro-negro. Pouco depois, novamente, Anderson Lopes levou perigo à meta adversária ao arriscar de fora da área. Desta vez, Juninho não deixou passar. Antes da marca dos 30 minutos, o Operário, que manteve boa base do elenco campeão paranaense, na última temporada, enfim, chegou ao ataque. O lateral, Danilo Baia, encheu o pé na entrada da área e quase abriu o placar para o Operário-PR.

A segunda etapa começou bastante movimentada, mas com o Fantasma tomando a iniciativa. Aos 4 minutos, Juba recebeu pelo lado direito e arriscou chute forte na entrada da àrea, assuatando o goleiro Weverton, que viu a bola passar muito perto do gol.  O susto exigiu mudanças e Cristóvão Borges não esperou para colocar em campo o atacante André Lima e o lateral Sidcley, nas vagas dos atacantes Crysan e Anderson Lopes, respectivamente. Apesar das alterações, o Furacão sofreu forte pressão do Fantasma. Aos 20 minutos, o Operário chegou no ataque, com Rafinha, que chutou por cima do gol. Logo na sequência, a equipe do técnico Antônio Picoli, chegou mais uma vez, Desta vez, exigindo boa defesa de Weverton, no chute de Juba. Dai para frente, o Atlético se acertou e tomou conta do jogo. Enfim, aos 29 minutos saiu o gol. Após cruzamento, e falha da zaga do Fantasma, a bola sobrou para André Lima, que finalizou marcando seu primeiro gol com a camisa rubro-negra. Com o gol, a equipe da casa se desestabilizou e Lucas e Reinaldo acabaram levando amarelo. Já nos acrescimos, o Fantasma viu mais um de André Lima, que recebeu cruzamento cirúrgico de Vinícius e mandou para o fundo da rede.

Escalações:
Operário: Juninho; Danilo Baia, Douglas Mendes, Sosa e Peixoto; Chicão, Lucas, Wallacer (Alessandro 30'/2T) e Rafinha; Juba e Reinaldo Mineiro (Nathan 34'/ 2T) - Técnico: Antônio Picoli. / Banco Operário: Sílvio; Jean, Fredson Baiano, Jhonathan Silva, Nathan, Alessandro e Lucas Batatinha/ Cartões Amarelo: Reinaldo (22'/ 2T), Lucas (35'/ 2T)

Atlético-PR: Weverton; Léo, Christian Vilches, Paulo André, Roberto; Otávio, Deivid, Vinícius, Marcos Guilherme, Anderson Lopes (Sidcley 9'/2T); Crysan (André Lima 10'/ 2T) - Técnico: Cristóvão Borges. / Banco Atlético: Santos, Eduardo, Cleberson, Thiago Heleno, Sidcley, Jadson, Hernani, Bruno Mota, Giovanny, Ewandro e André Lima.​

Paraná goleia

Neste domingo à noite, o Paraná estreou com o pé direito. Goleou por 4 a 1 o J.Malucelli, na Vila Capanema. O destaque foi o zagueiro Luiz Felipe, que marcou os dois últimos gols paranistas, um deles num belíssimo voleio que fechou o placar. Robson e Lúcio Flavio fizeram os outros gols do Paraná. Getterson descontou para o Jotinha.