(Foto: Gustavo Oliveira/Site Oficial)

Cristóvão Borges, técnico do Atlético-PR (Foto: Gustavo Oliveira/Site Oficial)

RADAR/LANCE!
13/01/2016
13:28
Curitiba (PR)

O Atlético Paranaense segue com o ritmo acelerado na pré-temporada. A equipe comandada por Cristóvão Borges contratou seis novos reforços e, os atletas já apresentados no CT do Caju, chegam para dar mais equilíbrio ao elenco rubro-negro.

- Conseguimos aproveitar uma base para essa temporada e fazer contratações pontuais. Esses jogadores que nós trouxemos vão contribuir para a equipe. Hoje temos um grupo mais equilibrado - afirmou o treinador em entrevista concedida à Rádio Banda B, nesta terça-feira.

Satisfeito com as contratações, Cristóvão deu pistas de como pretende montar a equipe nesta temporada.

- Agora estamos procurando mesclar experiência com juventude que é uma receita que costuma dar certo - declarou.

Dentre os experientes que chegaram ao plantel rubro-negro estão os zagueiros Paulo André e Thiago Silva, além do lateral-esquerdo Pará, contratado junto ao Cruzeiro. Para Cristóvão, a preocupação com o setor defensivo é resultado do desempenho da equipe no último Campeonato Brasileiro, encerrado pelo Furacão com 48 gols sofridos e um saldo negativo de cinco gols. Mas a preocupação com o sistema defensivo não é exclusividade dos jogadores do setor de defesa.

- Às vezes quando a gente fala de defensivo pensa nos zagueiros e goleiros, mas a equipe precisa defender bem. E a nossa equipe não defendia bem, tanto que nosso goleiro foi um dos destaques do campeonato - analisou.

Por fim, Cristóvão comentou sobre os adversários do Atlético na Copa do Brasil, incluindo o primeiro duelo, coincidentemente, contra o Brasil de Pelotas (RS), primeiro adversário do Furacão no torneio em 2013, quando o clube chegou à final e obteve sua melhor campanha na competição.

- Os adversários da Copa do Brasil são bastante perigosos. O Brasil de Pelotas, nós sabemos disso, é jogo difícil, é jogo complicado, mas vamos nos preparar bem. Que a gente possa fazer outra campanha boa, chegar na final e ter um resultado diferente da outra. Mas a Copa do Brasil é um campeonato importante, difícil, outra forma de disputa então tem que estar atento e preparado. O importante é que estejamos bem, com os jogadores jogando em todo seu potencial - concluiu o treinador.

Confira os outros duelos da mesma chave do Atlético:
Chave 6:
Atlético-PR x Brasil de Pelotas-RS
Nacional-AM x Dom Bosco-MT
Chapecoense-SC x Princesa do Solimões-AM
Paraná Clube x Estanciano-ES