Foto: Divulgação

Cristóvão Borges, treinador do Atlético-PR, deve repetir escalação na estreia do Campeonato Paranaense (Foto: Divulgação/ Site Oficial)

RADAR/LANCE!
30/01/2016
16:35
Ponta Grossa (PR)

Buscando acabar com a longa sequência sem conquistar o título estadual, o Atlético-PR faz sua estreia no Campeonato Paranaense neste domingo, às 17h, diante do Operário Ferroviário. Contra o atual campeão paranaense, a partida no Estádio Germano Krüger, em Ponta Grossa, é encarada pelo técnico Cristóvão Borges com muita seriedade, uma vez que comandante não quer ver sua equipe disputar a repescagem e correr o risco de rebaixamento, como aconteceu na temporada passada. Por isso, o treinador da equipe rubro-negra promete colocar em campo um time forte, repetindo a escalação da vitória sobre o Fluminense, no meio da semana, pela Copa Sul-Minas-Rio.

- Teste, agora, na verdade, não é mais o momento. Como conseguimos montar um elenco que existe mesmo nível em todas as posições, em caso de troca, conseguimos manter um nível de atuação. A princípio, devo manter a equipe. A não ser que aconteça alguma coisa - afirmou o treinador.

Pelo outro lado, o técnico do Fantasma, Antônio Picoli, não poderá contar com algumas peças. O meia Thiago Silva lesionado, enquanto que os atacantes Willian Lira e Wagner ainda não foram confirmados no Boletim Informativo Diário (BID), da CBF. Mesmo com os desfalques, o técnico do Operário garante trabalho e diz que a expectativa é de se fazer um bom campeonato.

- Ninguém planeja títulos, nós planejamos trabalho. No decorrer do campeonato, fatalmente, você postula esse título em função dos resultados. Pela primeira vez na história, o Operário vai defender o título e isso nos traz um pouco mais de responsabilidade. Mas sabemos da capacidade do grupo e temos a expectativa de fazer um bom campeonato - disse o comandante.

Ficha Técnica: Operário x Atlético-PR
Local: Estádio Germano Krüger, em Ponta Grossa.
Data: 31 de janeiro de 2016, sábado.
Horário: 19h00.
Arbitragem: Paulo Roberto Alves Junior.
Auxiliares: Luiz Henrique Renesto e Victor Hugo Imazu dos Santos.

Provável Operário: Juninho; Danilo Baia, Douglas Mendes, Sosa e Peixoto (Jhonathan Silva); Chicão, Lucas, Wallacer e Rafinha; Juba (Nathan) e Reinaldo Mineiro. Técnico: Antônio Picoli.
Provável Atlético-PR: Weverton; Léo, Christián Vilches, Paulo André e Roberto; Deivid, Otávio e Vinícius; Anderson Lopes, Marcos Guilherme e Crysan. Técnico: Cristóvão Borges.