Atlético-MG x URT - Marcos Rocha (Foto: Pedro Vilela/LANCE!Press)

Atlético-MG x URT - Marcos Rocha (Foto: Pedro Vilela/LANCE!Press)

LANCE!
10/06/2016
14:28

Há seis anos no Atlético Mineiro, o lateral-direito Marcos já participou de 20 clássicos contra o arquirrival Cruzeiro e só fica atrás do zagueiro Leonardo Silva, que atuou 21 vezes. No geral, o camisa 2 apresenta um aproveitamento satisfatório, com sete vitórias, sete empates e seis derrotas. Ao analisar apenas os jogos em competições nacionais (Campeonato Brasileiro e Copa do Brasil), entretanto, o índice é muito melhor. São nove jogos (sete pelo Brasileiro e dois pela Copa do Brasil), com seis vitórias, dois empates e apenas uma derrota, o que significa um aproveitamento de 81%.

O único revés do jogador nesse tipo de torneio, inclusive, aconteceu no dia 28 de julho de 2013, pela nona rodada do Brasileiro daquele ano. Na ocasião, a equipe havia conquistado a Copa Libertadores quatro dias antes e entrou em campo bastante desfalcada. Neste domingo, o jogador deve fazer o seu 21º clássico e, caso o zagueiro Leonardo Silva não tenha condições de jogo, Marcos Rocha irá igualar a marca do companheiro como o atleta do atual elenco com o maior número de clássicos disputados.

- São informações legais e fico feliz em saber que tive o prazer de jogar tantas partidas contra o Cruzeiro. O futebol é muito dinâmico e, hoje em dia, está cada vez mais difícil defender o mesmo clube por tanto tempo. Todo jogador passa, mas o clube permanece, e o que fica marcado para sempre na história são os títulos e alguns dados legais, como esses. Graças a Deus, pude conquistar campeonatos importantes por esse clube que tenho tanto carinho e continuarei me dedicando muito para ajudar o Galo a conquistar muitos outros. E espero ter a oportunidade de enfrentar o Cruzeiro muito mais vezes - afirmou o lateral.

Neste domingo, o Atlético terá pela frente o maior rival novamente, dessa vez, pela sétima rodada do Campeonato Brasileiro, no Independência, e ambos os clubes precisam da vitória para engrenarem na competição. Com sete pontos, o Galo só ganhou na primeira rodada e está na 14ª posição. Já o Cruzeiro vem de derrota para o São Paulo, soma apenas cinco pontos, é o 18º colocado e está na zona de rebaixamento.

Ciente da importância da partida, Marcos Rocha acredita que uma boa exibição pode fazer com que o time inicie uma arrancada na competição.

- Nós sabemos da importância desse jogo e temos que entrar em campo a mil por hora. É aquela partida que pode ser fundamental para a sequência do campeonato e nós faremos de tudo para sair com a vitória. Mas também estamos cientes que do outro lado há jogadores que pensam a mesma coisa e que irão atrás do mesmo objetivo - projetou o camisa 2.

Atleticano que mais vezes entrou em campo em 2016, Marcos Rocha já fez 28 jogos neste ano (todos como titular), e deu seis assistências. Desde que estreou pelo Galo, o lateral atuou 242 vezes e marcou 13 gols.