Membro da comissão técnca do Racing

Gestos racistas na última quarta-feira (Foto: Divulgação)

LANCE!
06/05/2016
19:13
São Paulo (SP)

Depois da repercussão da imagem em que o preparador de goleiros do Racing (ARG), Juan Carlos Gambandè, gesticulava como se descascasse e comesse uma banana na partida que culminou na eliminação para o Atlético-MG, a direção do clube argentino decidiu demitir seu funcionário.

A decisão foi tomada na manhã desta sexta-feira quando o presidente do clube, Victor Blanco, também recordou o convênio da entidade com o Instituto Nacional contra a Discriminação, a Xenofobia e o Racismo, órgão argentino que tem como objetivo combater a discriminação.

O gesto racista foi feito em partida válida pelas oitavas de final da Copa Libertadores, na qual o Atlético-MG venceu o Racing por 2 a 1 e garantiu classificação para a próxima fase da competição.

Gambandè estava no clube desde a saída do antigo técnico Diego Cocca, no fim de 2015. Ele será substituído por Claudio Medina, das categorias de base.