Marcelo Oliveira

(Foto: Divulgação/Atlético-MG)

RADAR/LANCE!
09/08/2016
15:08
Belo Horizonte(MG)

O Atlético-MG encerrou o primeiro turno do Campeonato Brasileiro dentro do G4, na vice-liderança, com 35 pontos. Destes, 28 foram conquistados nas últimas onze partidas finais, o que fez o Galo saltar do Z4 para o G4.  Uma verdadeira arrancada. De acordo com o técnico Marcelo Oliveira,  a vitória contra o Palmeiras, na 16° rodada, foi a partida mais importante deste período. 

 -Sempre acreditamos que podíamos render mais, ter um jogo mais constante. Mas sabíamos que os jogadores estavam voltando. Fizemos muita improvisação e o jogador não rende. O jogo contra o Palmeiras fortaleceu o grupo, pelo fato de o adversário ter time consistente e estar em boa fase. Ganhar lá não era fácil. Aquele jogo foi importante, o time ganhou peso e corpo. Está bem legal de ver o Atlético jogar pela entrega e técnica, mas temos que fazer ajustes- comentou o comandante. 

O treinador também opinou sobre a nova dupla de ataque do Atlético-MG, Fred e Pratto, jogadores com características parecidas. Ambos jogam centralizados. E

 -Não podemos reclamar do nosso poder ofensivo. Estamos adaptando com esses dois jogadores . Eles são dois atacantes e compensamos trazendo Robinho ou o Maicosuel para dentro. É uma nova forma de jogar. A parte ofensiva está boa, não precisa de modificações, precisamos de ajustes- disse Marcelo Oliveira, que completou falando sobre as dificuldades que a equipe atleticana encontra por ser tão ofensiva.

 -Todos ajudam sem a bola e isso é importante para o time.- Completou.