Marcelo Oliveira, técnico do Atlético-MG (Foto: Bruno Cantini/Atlético-MG)

Comandante vai esperar até horas antes do jogo para confirmar a escalação do Galo (Foto: Bruno Cantini/CAM)

RADAR/LANCE
27/08/2016
11:38
Belo Horizonte (MG)

O filme volta a se repetir para o Atlético-MG neste Campeonato Brasileiro. Assim como aconteceu diante do Grêmio, ainda no primeiro turno, a equipe alvinegra vai reencontrar o tricolor e novamente terá problemas com seus desfalques. No primeiro encontro, o técnico Marcelo Oliveira não contou com dez jogadores. Desta vez, as ausências serão nove, mas as peças de reposição não tiram a confiança do treinador em beliscar um resultado positivo no Sul.

- São nove desfalques, mas a gente não contava com alguns que já estavam fora. São jogadores importantes, mas estamos fortes. Temos possibilidades de formar um time forte para esse jogo tão importante – comentou o treinador.

Para escalar o time deste domingo, às 16h, Marcelo ainda vai aguardar pela evolução de Rafael Carioca. Se estiver em condições de jogo, o volante deverá começar como titular. Do contrário, o treinador cogita até escalar o lateral Fábio Santos no meio-campo para dar mais força defensiva ao time. No entanto, a continuidade com uma escalação usando quatro atacantes também não está descartada.

- Existem várias possibilidades. Tem chance de jogar com mais volantes, da mesma forma. Contra o São Paulo utilizamos mais atacantes. É possível fazer isso, desde que todos ajudem na marcação. O Fábio Santos já atuou mais à frente, pode fazer uma dobradinha com o Douglas Santos. É um jogo direto pelas primeiras posições. Precisamos estar fortes para essa partida – completou Marcelo Oliveira.