Atlético-MG

Jogadores pendurados precisam manter a atenção em jogo contra a Chapecoense, nesta quarta-feira (Foto: Bruno Cantini/Divulgação)

LANCE!
16/10/2017
17:26
Belo Horizonte (MG)

Cruzeiro e Atlético-MG entram em campo mais uma vez antes de se enfrentarem no último clássico de 2017, pelo Campeonato Brasileiro. Com vaga garantida na Libertadores, a Raposa dá continuidade ao seu trabalho para terminar a temporada em uma colocação na tabela. Por outro lado, o Atlético-MG, que há pouco tempo brigava para não ser rebaixado, volta a sonhar com uma vaga no torneio continental e, para conquistar o objetivo, precisará garantir 19 dos 30 pontos que serão disputados nas próximas rodadas, de acordo com um levantamento da UFMG.

Na expectativa do confronto, os jogadores das duas equipes precisam estar atentos a quantidade de cartões amarelos, já que o Galo tem um encontro com a Chapecoense, nesta quarta-feira, e o Cruzeiro se prepara para enfrentar o Coritiba, deixando o alerta de risco ligado para aqueles que estão pendurados com dois cartões.

No Cruzeiro, dos oito jogadores pendurados, quatro são titulares. A lista do Galo é um pouco menor. Apesar de ter sete jogadores com dois cartões amarelos, apenas dois são titulares, casos de Fred e Adilson, porém, Otero, que vem tendo atuações de destaque nas últimas partidas apesar da reserva, também preocupa Oswaldo de Oliveira. Os demais pendurados do Galo são Alex Silva, Luan, Marlone e Matheus Mancini.

Mesmo com a pressão para não perder jogadores que são importantes para a partida contra a Raposa, o Atlético-MG não deve poupar os titulares contra a Chapecoense, já que a equipe briga por uma vaga na Libertadores e ainda precisa se distanciar da zona de rebaixamento, tendo a obrigação de pontuar nas próximas rodadas para alcançar o objetivo.