Membro da comissão técnca do Racing

Gestos racistas de um membro da comissão técnica do Racing (Foto: Divulgação)

RADAR/LANCE!
05/05/2016
21:33
Belo Horizonte (MG)

Após a eliminação da Copa Libertadores para o Atlético-MG, na noite da última quarta-feira, o treinador de goleiros da equipe do Racing, Juan Carlos Gambandé foi o protagonista de gestos racistas para a torcida do Galo, simulando descascar e comer uma banana. A atitude do membro da comissão técnica foi condenada pela imprensa da Argentina. A Conmebol não costumar punir os clubes duramente em casos assim.

- É desconhecido se existiu uma provocação por parte dos torcedores brasileiros, mas nada justifica a vergonhosa atitude do integrante do corpo técnico do time de Avellaneda, que teve una evidente intenção racista - disse o diário Olé.


O Infobae, também criticou a postura de Juan Carlos Gambandé.

- Repudiável: o treinador de goleiros do Racing fez gestos racistas contra a torcida do Atlético Mineiro ao simular comer uma banana.

- A visita do Racing a Belo Horizonte terminou sendo um golpe duro por onde se olha. Além da briga da polícia reprimindo os simpatizantes argentinos e a eliminação dos comandados de Facundo Sava, uma lamentável ação racista chamou atenção da imprensa internacional - concluiu.