Wilfredo Brillinger e Clayton (Foto: Divulgação / Figueirense)

Wilfredo Brillinger e Clayton (Foto: Divulgação / Figueirense)

LANCE!
28/02/2016
18:06
Belo Horizonte (MG)

O que fez Clayton optar pelo Atlético-MG em detrimento de Corinthians e Palmeiras nesta janela de transferências? O jogador rejeitou as ofertas dos atuais vencedores do Campeonato Brasileiro e Copa do Brasil, respectivamente, para se mudar para a Cidade do Galo. Mas por que ele escolheu o clube de Belo Horizonte?

A resposta parece simples para pessoas ligadas ao atacante, de apenas 20 anos. Amigos do jogador revelaram que a debandada do plantel corintiano e a dificuldade encontrada por Marcelo Oliveira para encontrar o time ideal do Verdão foram preponderantes. Ele crê que, com um elenco forte como o comandado por Diego Aguirre, pode evoluir bastante.

Nessa quinta-feira (25), ele convocou uma entrevista coletiva para se despedir do Figueirense, onde foi revelado para o futebol, e garantiu que o Galo contava com a sua preferência em detrimento dos demais.

– Tivemos muitas reuniões, tenho que agradecer aos outros clubes que tentaram minha contratação, mas o Galo tinha a preferência. Foi o primeiro que veio ao Figueirense, que procurou meu empresário. Como eles são sérios, têm palavra, deram preferência ao Daniel (Nepomuceno, presidente do Galo). Chegaram nos valores que o Figueirense queria e é um clube que quero jogar – declarou.

Clayton terá uma concorrência pesada na capital mineira. Ele não é a única opção de Aguirre para o setor ofensivo. Além do jovem, a comissão técnica conta Robinho, Luan, Juan Cazares, Patric, Hyuri, Henrique, Pablo, Dátolo e Thiago Ribeiro para exercer a função. A disputa por uma vaga foi enaltecida pelo jogador:

– Tem elenco com excelentes jogadores, sou também grande fã do Robinho desde pequeno. Aprendi a gostar do futebol dele. Estou feliz de ir para o Atlético, os atacantes que têm, todos eles, os meias, zagueiros, é um grupo que sempre achei excelente com um padrão de jogo que sempre gostei – comentou.