Leandro Donizete (Foto: Bruno Cantini)

Aos 34 anos, "general" quer continuar no Galo por ainda mais tempo (Foto: Bruno Cantini/Atlético-MG)

RADAR/LANCE
29/07/2016
11:54
Belo Horizonte (MG)

Jogador do Atlético-MG desde 2012, Leandro Donizete é um dos mais queridos pelo torcedor alvinegro. Apelidado carinhosamente de “general”, por causa da raça e liderança dentro de campo, o volante tem vínculo com o clube até o mês de dezembro e já pode assinar um pré-contrato com outra equipe. Mas uma mudança está longe dos planos do jogador neste momento. Donizete não só pensa em renovar com o Galo como também encerrar sua carreira na agremiação.

- A identificação é muito grande, bacana demais. Desde 2012, em todos os jogos dei minha vida. Quero ficar aqui muito tempo. Porque não encerrar a carreira aqui, mas não penso ainda em parar. Estou no meu melhor momento. Espero que o Galo me chame para renovar logo – comentou o jogador, hoje com 34 anos.

Desde que deixou o Coritiba, na temporada de 2012, Donizete fez parte de times históricos do Atlético que levantaram as inéditas taças da Libertadores e Copa do Brasil. Além desses torneios, o volante também foi campeão da Recopa Sul-Americana e tricampeão mineiro.

Titular de Marcelo Oliveira, Leandro Donizete deverá estar novamente em campo contra o Santa Cruz. Depois da boa partida contra o Palmeiras, o volante quer manter a concentração e seguir bem para terminar em alta o primeiro turno e brigar de vez pelo título.

- Estamos quietinhos. Seis pontos é pouco (para o líder Palmeiras). O importante é a reta final. Em dois anos, batalhamos lá em cima e perdemos o título no final. Espero que esse ano a gente cresça na reta final e não deixe cair – disse.