Fred, entrevista coletiva

Atacante falou pela primeira vez em coletiva na Cidade do Galo (Foto: Bruno Cantini /Atlético)

RADAR/LANCE!
14/06/2016
20:54
Belo Horizonte (MG)

O atacante Fred falou concedeu sua primeira entrevista coletiva como jogador do Atlético-MG, após o treinamento desta terça-feira, na Cidade do Galo. Os temas abordados ficaram divididos entre situação do clube e crise na seleção brasileira de futebol. O camisa 99 comentou sobre o possível acerto da CBF com Tite, mas ressaltou que mudanças também são necessárias não só no comando técnico.

- Antes de o Dunga assumir, na minha opinião, deveria ter sido o Tite. Mas foi o Dunga e a gente torceu para dar tudo certo. Mas antes dessa mudança, tinha que haver mudança lá dentro. A gente sabe que com o Tite vai ficar melhor, mas para mudar muita coisa tem que começar lá de cima. A gente sabe que com o Tite vai ficar melhor, mas para mudar muita coisa tem que começar lá de cima

O artilheiro falou sobre o atual momento do Galo, que ocupa a 17ª colocação no Campeonato Brasileiro, com apenas sete pontos conquistados.

- A gente tem que ter humildade para reconhecer que o primeiro objetivo é voltar a vencer. Alcançar passo a passo. Um passo de cada vez. Encontrar uma boa vitória, para depois ter uma sequência para chegar lá em cima. Todo mundo sabe que precisamos dessa vitória, para voltar a confiança e voltar para o lugar lá de cima que é onde a gente merece.

Fred comentou sobre a rápida adaptação no clube e sobre recepção dos atletas que já atuavam com a camisa do clube mineiro.

- Para mim está sendo muito novo, mas estou gostando muito. Todo mundo me recebeu bem. Estou me sentindo à vontade. Agora é me sentir à vontade em campo. Fazer muitos gols e procurar esta evolução coletiva que a gente quer encontrar.

Mesmo com situação complicada do Galo neste início de Brasileiro, o atacante fez questão de reforçar opinião sobre alvinegro ser um dos favoritos ao título da competição nacional.

- Sim, falei isso na minha chegada. Mas a gente trabalha com objetivos. Campeonato são 38 rodadas, já foram sete. Temos mais 31 e temos que vencer. Chegar lá na frente e estar próximo de quem está lá na frente e daí conquistar o título.