Oswaldo de Oliveira destaca potencial do Atlético-MG durante coletiva

Oswaldo faz a sua estreia no Horto pelo Atlético-MG - Foto: Bruno Cantini / Atlético

LANCE!
09/10/2017
20:21
Belo Horizonte (MG)

Depois de perder a final da Primeira Liga para o Londrina, nos pênaltis, o Atlético-MG joga todas as suas fichas no Campeonato Brasileiro. Atualmente, o clube ocupa a nona posição, há quatro pontos da zona de rebaixamento. Nesta quarta-feira, na partida contra o São Paulo, adversário direto na briga para fugir do Z4, Oswaldo de Oliveira faz a sua estreia na Arena Independência. Segundo o treinador, o apoio total da torcida é fundamental para um triunfo atleticano.

- É um desafio, mas não é só para mim. É um desafio para o time e para a torcida também. A nossa torcida tem que entender que ela tem que jogar 90 minutos do nosso lado. Nós passamos por momentos de erros. Ela tem que ter a humildade de entender que não é mais o Atlético da Libertadores. É um time cheio de valores, mas não tem aquela trajetória. A torcida tem que comprar esse barulho com a gente. No momento que o time tiver que ter ações defensivas, nos ajude, porque se a gente ficar atacando feito índio o tempo todo, não é o Atlético atual. Temos que ter essa consciência hoje, porque se a torcida começar a pegar no pé e começar a vaiar, vai passar para o lado do adversário. Como eu conheço bem a torcida do Atlético, eu peço: nos ajudem! - convocou o treinador.

Sobre a primeira partida no disputada no Horto, só que jogando dentro de casa, Oswaldo falou do seu alívio em ter a pressão a seu favor. O treinador lembrou das oportunidades em que enfrentou o Galo no Independência.

- É uma honra para mim e um orgulho estrear em casa. Agradeço muito ao Atlético-MG por me conceder este momento. Vai ser inesquecível. Fui adversário do Atlético aqui, varias vezes em minha carreira, e agora vou ter o que me pressionava. Isso é grandioso - completou.

Atlético-MG e São Paulo se enfrentam nesta quarta-feira, às 21h45, na Arena Independência, em Belo Horizonte. O Galo está atualmente na nona posição da tabela do campeonato Brasileiro, com 34 pontos, quatro a mais que o Sport, primeiro clube dentro da zona de rebaixamento.