Cazares (Foto: Bruno Cantini / Atlético-MG)

Ida de Cazares para o Atlético-MG tornou-se polêmica (Foto: Bruno Cantini / Atlético-MG)

RADAR / LANCE!
05/01/2016
18:08
Sangolquí (EQU)

A polêmica em torno da contratação de Juan Cazares pelo Atlético-MG ganhou mais um ato nesta terça-feira. No dia seguinte ao jogador de 23 anos ser apresentado pelo clube mineiro e a chegada do equatoriano fazer o Banfield (ARG) ameaçar acionar o Galo na Fifa, o Independiente Del Valle (EQU) divulgou seu ponto de vista sobre o caso.

Em nota, o clube no qual Cazares iniciou sua trajetória no futebol disse desconhecer o depósito pela compra dos direitos econômicos do equatoriano. Em seguida, o Del Valle acusou o Banfield (ARG) de ter violado o contrato:

"O Club Atlético Banfield violou o contrato por não pagar o mencionado valor do empréstimo acordado de US$ 50 mil dólares (R$ 200 mil), em 30 de julho de 2015. O mesmo que a data não foi feita, em parte ou completamente, apesar do pedido em tempo útil pelo Clube IDV, em carta enviada em 27 de agosto de 2015. Além disso, o Clube Atlético Banfield também não fez uso da opção que foi definida como prazo 30 de novembro de 2015".

Além disto, o clube equatoriano afirmou que o desejo de Cazares falou mais alto em relação à negociação:

"O jogador Juan Cazares indicou seu desejo de não jogar no Club Atlético Banfield".

O Independiente Del Valle ainda ratificou que os direitos econômicos do meia são do clube:

"Nós não aceitamos a afirmação no sentido de que o jogador tinha assinado um contrato de trabalho válido com o Clube Atlético Banfield. O jogador, portanto, tinha os direitos federais ligados ao IDV por contrato de trabalho. Para as implicações legais deste caso, IDV não faz mais declarações públicas sobre mais esta situação".

CONFIRA A NOTA OFICIAL TRADUZIDA NA ÍNTEGRA:

O Club Independiente del Valle (em sigla IDV), ante a informação divulgada pelo Club Atlético Banfield, comunica os seguintes pontos necessários para os meios de comunicação. :

O Club Atlético Banfield assinou um contrato de empréstimo com IDV para que o jogador Juan Cazares prestasse serviços profissionais a partir do 28 de julho de 2014 a 31 de Dezembro de 2015. Este empréstimo gerado, de acordo com as negociações, teve um custo econômico que correspondeu a atender o Club Atlético Banfield.

O Club Atlético Banfield violou o contrato por não pagar o mencionado valor do empréstimo acordado de US$ 50 mil dólares, em 30 de julho de 2015. O mesmo que a data não foi feita, em parte ou completamente, apesar do pedido em tempo útil pelo Club IDV, em carta enviada em 27 de agosto de 2015. Além disso, o Club Atlético Banfield também não fez uso da opção que foi definida como prazo 30 de novembro de 2015.

Não obstante a este fato, e exclusivamente por considerações relativas ao bem-estar e crescimento do jogador, o empréstimo permaneceu e foi concluída à data acordada, como é do conhecimento público.

O jogador Juan Cazares indicou seu desejo de não jogar no Club Atlético Banfield.

O jogador Juan Cazares escolheu o Sr. Jorge Marino como seu representante. O IDV Clube não tem qualquer relação contratual com o agente do jogador.

O IDV clube será o principal beneficiário de qualquer transação que pode ser executada sobre a transferência permanente ou temporária do jogador, ter de dividi-lo unicamente para o Clube Atletico River Plate da Argentina, que mantém uma porcentagem dos direitos econômicos.

Nós não aceitamos a afirmação no sentido de que o jogador tinha assinado um contrato de trabalho válido com o Clube Atlético Banfield. O jogador, portanto, tinha os direitos federais ligados ao IDV por contrato de trabalho. Para as implicações legais deste caso, IDV não faz mais declarações públicas sobre mais esta situação.

Atenciosamente,
Diretoria