RADAR / LANCE!
02/11/2015
13:17
Belo Horizonte (MG)

O tom de conformismo que pairou no Atlético-MG alcançou até a presidência do clube. Após a derrota por 3 a 0 para o Corinthians, em pleno Independência, o mandatário Daniel Nepomuceno disse que o clube terá de redobrar seu trabalho para fazer um "2016 sem erros":

- A derrota dói demais, mas agora é pensar para frente, trabalhar dobrado para reforçar a equipe e para não cometer os erros que cometemos. Deixamos escapulir um título que estava relativamente bem encaminhado.

O dirigente garantiu que o Galo voltará suas atenções para fortalecer o elenco. Mesmo abatido com o revés, Nepomuceno mostrou confiança na equipe:

- Agora é levantar a cabeça e ganhar tudo. É fortalecer o elenco, que já é forte, brigar para mantê-lo e reforçá-lo.

O presidente do Atlético-MG evitou atribuir a decepção no Brasileirão às vendas de jogadores. Questionado sobre a saída de Maicosuel, o dirigente apontou fatores positivos que a transferência trouxe para manter o restante do elenco:

- Claro que depois que você perde fica fácil ficar contando erro. O que aconteceu, de ter saído dois ou três jogadores, foi algo que a gente não conseguiu. Tentamos até o final para mantê-los. Muita gente fala do Maicosuel, mas se não fosse a saída do Maicosuel não tinha segurado nem o (Rafael) Carioca e nem o Douglas (Santos). Isso faz parte do futebol.

Em seguida, Daniel Nepomuceno exigiu que a equipe atue na reta final do Brasileirão de cabeça erguida:

- Quem tem acompanhado o dia a dia sabe do empenho dos jogadores e sabe da força também. São cinco rodadas importantes, um campeonato que ainda é duro, então não adianta ficar remoendo mais nada. Agora é concentrar, levantar a cabeça, ir para Florianópolis e conquistar os três pontos.