Wilfredo Brillinger e Clayton (Foto: Divulgação / Figueirense)

Clayton revelou que o Atlético-MG foi o primeiro clube a procurar o Figueira  (Foto: Divulgação / Figueirense)

RADAR / LANCE!
25/02/2016
18:30
Florianópolis (SC)

Prestes a ser oficializado como novo reforço do Atlético-MG, Clayton encerrou nesta quinta-feira seu ciclo no Figueirense. Em entrevista coletiva com a presença do presidente do clube, Wilfredo Brillinger, o meia-atacante revelou que passa por um misto de emoções por sua saída rumo a Belo Horizonte:

- Tenho de ser grato a todas as pessoas do Figueirense, clube que aprendi a amar nestes oito anos que fiquei aqui. É um momento de felicidade por ir para um novo clube, mas espero um dia voltar para cá. 

O jogador de 20 anos apontou quais são as suas expectativas sobre o futuro no Atlético-MG. Clayton não escondeu a euforia por estar prestes a atuar ao lado de Robinho:

- Tem elenco que conta com excelentes jogadores. Sou também grande fã do Robinho desde pequeno. Aprendi a gostar do futebol dele. Estou feliz de ir para o Atlético-MG, os atacantes que tem, todos eles, os meias, zagueiros, é um grupo que sempre achei excelente, com um padrão de jogo que sempre gostei.

O meia-atacante detalhou o que pesou para o acerto com o Galo. Clubes como Corinthians e Palmeiras mostraram interesse em contrará-lo:

- Tivemos muitas reuniões, tenho que agradecer aos outros clubes que tentaram minha contratação, mas o Galo tinha a preferência. Foi o primeiro que veio ao Figueirense, que procurou meu empresário. Como eles são sérios, têm palavra, deram preferência ao Daniel (Nepomuceno). Chegaram nos valores que o Figueirense queria e é um clube que quero jogar.

Clayton ainda avaliou como tentará encontrar um lugar em um setor disputadíssimo da equipe do Atlético-MG. O Galo conta atualmente com nomes como Luan, Juan Cazares, Patric, Hyuri, Henrique, Pablo, Dátolo e Thiago Ribeiro.

- Vou fazer o meu melhor pelo Atlético-MG, agora que estou chegando. Vou chegar na humildade, respeitando os jogadores, a torcida e prometo buscar o meu melhor, buscar títulos e crescer cada vez mais.

O jogador de 20 anos é aguardado nesta sexta-feira em Belo Horizonte. Para adquirir 50% dos direitos econômicos de Clayton por cinco anos, o Atlético-MG desembolsou 3 milhões de euros (R$ 13 milhões) e cedeu o meia-atacante Dodô e o atacante Rafael Moura ao Figueira.