Lucas Pratto

Lucas Pratto (Foto: GERALDO BUBNIAK)

LANCE!
05/02/2016
16:03
Belo Horizonte (MG)

O Atlético-MG já definiu um valor para liberar Lucas Pratto ao futebol chinês. Contratado junto ao Vélez Sarsfield por 3,2 milhões de euros, em janeiro do ano passado, o argentino só sai por um montante 525% maior que desembolsado pela diretoria. O clube, portanto, só aceita negociá-lo por 20 milhões de euros (R$ 86,9 milhões na cotação atual).

O Hebei Fortune, clube asiático que pretende contar com o camisa 9 do Galo, terá que abrir os cofres para levá-lo. A diretoria não se pronuncia oficialmente, mas o LANCE! apurou que há a expectativa de liberar o jogador em breve, uma vez que os chineses tencionam depositar o montante na conta do Alvinegro Mineiro.

Detentor de 80% dos direitos econômicos de Lucas Pratto, o Atlético teria direito a 16 milhões de euros (R$ 69,5 milhões) da transação. Outro fator que alimenta a especulação é a ausência do atleta diante do Figueirense, neste domingo, pela segunda rodada da Primeira Liga, no estádio Orlando Scarpelli, em Florianópolis.

Diego Aguirre comentou a possível saída do jogador da Cidade do Galo e explicou que o presidente Daniel Nepomuceno pretende mantê-lo pelo menos até julho, quando será aberta uma nova janela de transferências internacional.

– O presidente (Daniel Nepomuceno) me passou que o jogador vai ficar até junho. Mas ele falava o mesmo sobre o Jemerson e teve de vender. Mas no futebol é assim, tem coisas que não podemos assegurar. É esperar para ver o que acontecer – declarou.

Caso Lucas Pratto seja negociado, porém, o Galo já trabalha com uma provável reposição. Os nomes não são divulgados, à exceção de Robinho, que ficou sem clube desde que rescindiu contrato com o Guangzhou Evergrande, da China. O técnico uruguaio, todavia, analisa o fato.

– Estamos trabalhando muito, com opções possíveis se alguma coisa acontecer. Isso para não ficarmos desprotegidos e não sermos surpreendidos – concluiu.