Givanildo Oliveira (Foto: Divulgação)

Givanildo Oliveira recebeu mensagem de agradecimento do conselho do Coelho (Foto: Divulgação)

RADAR / LANCE!
03/06/2016
11:49
Belo Horizonte (MG)

O pífio início do América-MG no Brasileirão culminou nesta sexta-feira na demissão de Givanildo Oliveira. No dia seguinte à derrota do Coelho para a Ponte Preta, por 2 a 1, em pleno Independência, que deixou a equipe na lanterna o técnico teve sua saída confirmada pela assessoria do clube.

Ao lado de Givanildo, deixou o clube o preparador físico Wellington Vero. Segundo a assessoria de imprensa, o restante da comissão técnica seguirá no Independência, e a equipe será comandada interinamente por Cláudio Prates.

Em sua quarta passagem pelo América-MG, Givanildo Oliveira foi responsável por levar a equipe ao acesso em 2015. Em 2016, o Coelho também se reencontrou com o caminho dos títulos, ao sagrar-se campeão mineiro na final com o Atlético-MG.

Porém, a equipe não repetiu seu bom desempenho no início do Brasileirão. Em cinco jogos, foram dois empates e três derrotas, a última para a Ponte Preta. Em nota, o América-MG agradeceu a um dos técnicos que "mais teve passagens no clube" e lembrou os feitos de Givanildo Oliveira:

"O Conselho de Administração tomou a decisão após uma sequência negativa na Série A do Campeonato Brasileiro, mas ressalta o carinho e respeito ao profissional, que é o segundo treinador que mais vezes comandou a equipe americana, em quatro passagens vitoriosas. Foi campeão da Série B em 1997, campeão da Série C em 2009, além de ter conquistado novamente o acesso à Série A do Campeonato Brasileiro em 2015 e o título do Campeonato Mineiro da temporada 2016".