Bruno Teles

Lateral esquerdo é apresentado no Coelho(Foto:Divulgação)

RADAR/LANCE!
23/06/2016
17:14
Belo Horizonte(MG)

O América-MG estava carente de lateral-esquerdo. Givanildo de Oliveira e agora Sérgio Oliveira tinham somente Danilo e quando era necessário, deslocavam o volante Xavier para a posição. Agora, não está mais. E de uma vez só trouxe dois alas para disputarem posição com Danilo: Bruno Teles e Gilson, que tiveram os nomes inscritos no BID nesta quinta-feira. Assim, eles estão aptos para serem relacionados já neste domingo, no clássico com o Atlético-MG, no Independência, às 11h. A tendência é que Danilo, que falhou nos dois gols do Palmeiras na derrota nesta terça-feira, vire reserva 

Teles foi apresentado à torcida na manhã desta quinta-feira e afirmou que está pronto para jogar. O novo reforço do Coelho disse que a parte física não é um problema, pois ele vinha aprimorando a parte física há um tempo.

-Estou pronto. Venho treinando parte física há alguns dias. A parte técnica também. Agora aprimorar com os companheiros para estar 100% para o jogo de domingo. 

Bruno Teles tem 30 anos e começou a carreira nas categorias de base do Grêmio, onde foi "efetivado" em 2006. Ele teve passagens pelo futebol russo e português. Ano passado, fechou com o Vasco, mas nem sequer estreou. No início deste ano, disputou o Campeonato Paulista pelo Mogi Mirim, como titular. Em Abril, porém, foi dispensado após a equipe ser rebaixada. 

Já o outro lateral, Gilson, fez exames médicos nesta quinta-feira e deve ser apresentado nesta sexta-feira. Ele já defendeu o clube mineiro em outras duas oportunidades: 2011 e 2014. 

Mais reforços? 

Outra posição vista pela diretoria como carente é o ataque. Na última semana, o Coelho chegou a anunciar a contratação do atacante chileno Francisco Castro, mas ele foi reprovado nos exames médicos e a diretoria desistiu da contratação. Não desistiu, porém, de trazer um atacante. A bola da vez é o argentino Mouche, que pertence ao Palmeiras, mas está emprestado pro Lanús. As diretorias alviverdes já tratam da negociação. 

Mouche tem 28 anos e começou a carreira no Estudiantes, tradicional clube argentino, mas logo foi para o Boca Juniors. Também jogou no futebol turco e chegou a defender a seleção de seu país.

Demora para reforçar  

Um dos presidentes do clube, Alencar da Silveira Jr, chamou para si a responsabilidade pelo time estar amargando a lanterna do Campeonato Brasileiro, com apenas oito pontos conquistados em dez jornadas. O presidente também afirmou que a diretoria se equivocou e deu ao Campeonato Mineiro uma atenção desnecessária. 

 -  Elas(contratações) deveriam ter sido feitas no final do Campeonato Mineiro, mas eu trago pra mim a responsabilidade. Fomos para a final contra o Atlético-MG. Ali, já era hora de pensar no Campeonato Brasileiro, mas eu não poderia falar que confiava no time se estivesse contratando para o Brasileiro. Foi essa a falha.  Priorizar o título que a gente não ganhava há 15 anos. Esse foi o erro. Peço desculpas ao torcedor americano. Tivemos a satisfação de gritar "É campeão", que estava entalado. Eu tinha que focar na decisão do Campeonato Mineiro.